Por onde começar a lista de convidados?

BLOG

Por onde começar a lista de convidados?

Por onde começar a lista de convidados?

Como em todo evento, a lista de convidados é o primeiro passo para o planejamento de um casamento bem-sucedido, já que a quantidade de pessoas interfere diretamente em diversos itens, como o local da recepção e a quantidade de bebida. Comece a lista pelas pessoas mais próximas, aquelas que efetivamente participam da vida do casal. Depois, considere parentes mais distantes, amigos dos pais e do trabalho. Uma dica para organizar a lista de convidados é começar pelos bisavôs, em seguida pelos avós, tios, primos, padrinhos e amigos. 
Ficam aqui alguns pontos que podem ajudar a elaborar a lista de convidados:

 

Sonhos para o casamento


Com que sonharam? Com uma recepção intima com os familiares e amigos mais próximos ou uma luxuosa produção, ou uma opção intermediria. Reflitam sobre o tipo de casamento que adéqua ao seu sonho.

 

Orçamento e o tamanho da lista


definir o orçamento total e que te dará diretrizes para qual caminho seguir, como o número de convidados para o buffet e a escolha do espaço onde acontecerá a recepção, a igreja, entre outros. Não tem jeito: a lista deve ser elaborada levando em conta o orçamento. Por isso é tão importante que ela seja definida logo no início do planejamento 

 

Erros comum na elaboração da lista de convidados. 


Um erro comum é fazerem listas separadamente. Ela ficará mais extensa e possivelmente fora do orçamento. Outro equívoco é convidar pessoas apenas por protocolo, ultrapassando o limite pré-estabelecido de convidados. 

 

Qual a porcentagem média de convidados faltosos? Posso considerar isso na hora de elaborar a lista? 


Depender da possibilidade de falta para convidar pode ser perigoso. Mas, em geral, existe uma variação de 10% de faltosos. 


O que fazer se a família dos noivos está bancando a festa e acha que pode convidar mais pessoa. 


converse e deixe claro desde o início, quando qualquer uma das famílias se oferece para ajudar com as despesas. A festa é do casal e eles precisam estar à vontade quanto às pessoas que vão participar da celebração. Mas é educado permitir que os pais convidem um determinado número de pessoas de seu convívio.

Veja Também: